imagemUnidadeAnaConseqüência planejada do sucesso da Fazenda Sococo, em Mojú, foi construída em 1987 a Unidade de Processamento Industrial no município de Ananindeua (região da grande Belém do Pará). Ali, através da mais avançada tecnologia e rígido controle de qualidade, começa o processamento dos frutos colhidos na fazenda.

São descarregados de grandes carretas, rigorosamente selecionados e depois transportados em esteiras mecânicas, desfibrados e submetidos a mais uma seleção de qualidade. A seguir, os cocos sofrem a extração mecânica da água, bombeada através de dutos especiais. Já sem água, são submetidos a tratamento térmico em autoclaves, sofrendo um pré-cozimento para facilitar a liberação da polpa do coco. Em seguida ela é triturada e desidratada, para ser embalada sob a forma de coco ralado integral, e ser enviada para a Fábrica de Maceió, onde é feito o processo de industrialização.

Em Ananindeua, as instalações fabris ocupam uma área de 8.400m2 e processam em média de 400 mil cocos por dia.